FOSFATIZAÇÃO

Fazem parte do leque de soluções em engenharia de superfícies e tribologia oferecidas pelo grupo HEF os tratamentos superficiais de fosfatização.

Podendo ser à base de Manganês ou Zinco, a fosfatização surge como uma versátil solução para a garantia da resistência à corrosão de peças quando utilizada como base para adesão de revestimentos orgânicos (Tegliss®, SDA®, Graphlub®), ou mesmo para, em conjunto com um lubrificante, reduzir o atrito em operações de conformação de metais, como trefilação, estampagem ou forjamento a frio, aumentando consideravelmente a vida útil das ferramentas e a velocidade das operações. Ainda, é usada como solução para redução de atrito em diversos componentes móveis em máquinas, veículos, sistemas de transmissão, etc.

Os tratamentos de fosfatização podem ser aplicados em ferros fundidos, aços (sendo o processo compatível com peças cementadas, temperadas ou nitretadas), ligas de alumínio, zinco e peças revestidas com cádmio. Veja abaixo os diferentes processos de fosfatização disponibilizados ao mercado pelo grupo HEF:

  • Fosfato de Manganês: normalmente aplicada em componentes cujo objetivo principal seja a redução do atrito, através da formação de uma camada que promove boa retenção do filme de óleo lubrificante.
  • Fosfato de Zinco: promove a resistência à corrosão das superfícies onde é aplicada, atuando ainda como um excelente primer para adesão de pinturas e vernizes.

O grupo HEF conta com vasta expertise e know-how na aplicação de processos de fosfatização, principalmente para os segmentos de:

  • Óleo e Gás
  • Máquinas e componentes
  • Automotivo